PublicidadePublicidade

Começa a funcionar os novos radares em Anápolis; veja onde eles estão e evite ser multado

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
PublicidadePublicidade

Os novos radares começam a funcionar em Anápolis oficialmente nesta quinta-feira (04). Eles já estavam totalmente instalados, mas em caráter educativo junto a uma campanha educativa da Companhia Municipal de Trânsito, Transportes (CMTT).

Os materiais, que diziam que cada três dias uma vida era perdida na cidade em decorrência de acidentes, foram distribuídos desde 21 de janeiro. A Prefeitura de Anápolis avalia como positivo o resultado obtido no período.

“Em apenas dez dias de ações educativas, sem punições, houve redução do número de infrações em mais de 35% em relação aos dez dias anteriores ao período”, informou em comunicado à imprensa.

PublicidadePublicidade

Haverá, ao todo, um total de 370 faixas de monitoramento com velocidade 60 km/h na Avenida Brasil e 40 km/h nos demais trechos da cidade. “Identificamos os pontos mais críticos para serem monitorados”, ressaltou Igor Lino, diretor de Trânsito, Transporte e Educação.

Confira no mapa:

 

Segundo a CMTT, as penalidades para quem desrespeitar variam conforme natureza das infrações, classificadas pelo Código de Trânsito como: leve (R$ 88,38 e 3 pontos); média (R$ 130,16 e 4 pontos); grave (R$ 195,23 e 5 pontos); e gravíssima (R$ 293,47 e 7 pontos). Esse valor aumenta a depender da quilometragem ultrapassada.

A autarquia informou ao Portal 6 que não tem uma estimativa de quanto de arrecadação mensal terá com os equipamentos, tendo em vista que não é possível saber quando os motoristas vão ultrapassar os limites e que o objetivo dos radares é diminuir a violência no trânsito.

“Vale lembrar que os equipamentos também ajudarão as autoridades policiais no combate à criminalidade, uma vez que os radares contam com sistema de identificação de placas e podem servir também como câmeras de videomonitoramento para solucionar eventuais crimes de trânsito, roubos, sequestros, dentre outros”, destacou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade