PublicidadePublicidade

Polícia descobre porque idosa foi morta a pauladas em Goiás

Avatar Gabriella Licia -
PublicidadePublicidade

Uma mulher de 42 anos foi presa nesta semana, suspeita de matar à pauladas uma idosa de 84 anos. O crime aconteceu em Trindade, município localizado à 68 km de Anápolis.

Lina Elias Correia foi encontrada morta, desfigurada e com vários hematomas em todo corpo, na última segunda-feira (07). Ela era proprietária do imóvel em que a susposta autora morava.

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Segundo a neta da vítima, as duas nunca haviam tido problemas antes e a mulher teria conquistado a confiança da avó.

PublicidadePublicidade

Segundo o Delegado Vicente Stabile, responsável pelo caso, a motivação do crime seria roubar os cartões e senhas da idosa para retirar uma quantia de R$150 mil que ela guardava na conta.

Assumiu

Interrogada, a mulher alegou ter agido em legítima defesa. No entanto, as várias versões que contava não se encaixavam.

Por isso, a inquilina acabou confessando que havia usado um bastão de madeira para torturar a senhora até a morte.

Ela possuí uma ficha criminal extensa, com passagens por lesão corporal, receptação e desacato.

A Polícia Civil está investigando o caso como latrocínio e analisará o possível envolvimento de mais dois homens.

Justiça

Tamires Elias, neta de Lina, afirmou em entrevista ao G1, ter sede de justiça.

“Nós queremos justiça (…). Espero que ela fique no mínimo 20, 30 anos presa, por tudo que ela fez a minha avó passar, porque a gente não pode nem imaginar tudo o que aconteceu dentro dessa casa com ela sozinha e sendo torturada”, comentou.

Além disso, Tamires acrescentou que Lina não pôde ter um velório tradicional, por estar completamente desfigurada e lamentou não ter conseguido se despedir da avó.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade