PublicidadePublicidade

Belo é preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro; assessoria do cantor se posiciona

Folhapress Folhapress -

O cantor Belo, 46, foi preso nesta quarta-feira (17) pela Delegacia Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do artista. Segundo o G1, Belo é investigado pela realização de um show no Complexo da Maré, na zona norte do Rio, durante a pandemia. ​

A apresentação aconteceu no último dia 13, dentro da Escola Municipal do Parque União, e não teve autorização da Secretaria Municipal de Saúde. A Polícia investiga também a invasão ao colégio. Foram cumpridos outros quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão.

De acordo com o G1, Célio Caetano e Henrique Marques, sócios da produtora Série Gold, que organizou o evento, também foram alvos de mandados de prisão, além de Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, que seria chefe do tráfico no Parque União.

PublicidadePublicidade

A assessoria de Belo disse que está tentando “entender o que aconteceu com os advogados do cantor.” Sobre o show de sábado, a assessoria disse: “Fomos contratados por uma produtora. Temos contrato firmado com essa empresa. Quanto à locação do espaço e etc não cabe ao artista. Fomos contratados para fazer o show e cumprimos o que foi acordado.”

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade