PublicidadePublicidade

Promulgada a lei que proíbe a queima de fogos barulhentos em Anápolis

Avatar Gabriella Licia -
PublicidadePublicidade

A lei que proíbe o manuseio, utilização e queima de fogos de artifícios que causem explosões e efeitos sonoros em Anápolis, foi promulgada pelo presidente da Câmara Municipal, Leandro Ribeiro (PP).

O ato consta na edição de terça-feira (02) no Diário Oficial do Município.

Vereadora que apresentou a iniciativa, Thais Souza (PP) justificou na Câmara que a ideia ‘visa o bem-estar de idosos, doentes, bebês, crianças e animais que sofrem com os estouros e estampidos’.

PublicidadePublicidade

Segundo ela, a queima de fogos de artifício causa traumas irreversíveis aos animais, em especial, aos cães, gatos e aves.

A multa para o descumprimento desta proibição será no valor de R$2 mil e, em caso de reincidência, o valor poderá ser duplicado.

As únicas exceções da lei são os fogos de vista aqueles que produzem efeitos visuais luminosos, sem emissão de ruídos sonoros.

Fica ainda determinado que, mesmo se tratando de locais privados, em caso de utilização do objeto, a multa será aplicada ao infrator.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade