PublicidadePublicidade

Idoso é brutalmente assassinado após pedir filho para arrumar emprego

Da Redação Da Redação -

Está repercutindo fortemente nas redes sociais, nesta semana, o caso de um idoso de 63 anos que foi morto a marteladas pelo próprio filho, de 21 anos, na Freguesia do Ó, bairro da zona norte de São Paulo.

O crime aconteceu no 12 de fevereiro, mas demorou dias para ser descoberto. Na última quinta (04), dois homens foram presos porque teriam ajudado o jovem, jogando o corpo de Vicente Dias Fanti em um terreno baldio.

O nome do principal suspeito é Igor Fanti, que também está detido temporariamente e, em depoimento à Polícia Civil, confessou ter assassinado o pai.

PublicidadePublicidade

Segundo o autor, o genitor estava exigindo que ele arrumasse um emprego para sustentar a esposa e o filho pequeno.

O rapaz, conforme a corporação, ainda estaria interessado em obter as economias do funcionário público aposentado, de cerca de R$ 100 mil.

Com riqueza de detalhes, o rapaz contou aos investigadores que Vicente estava descansando em uma cadeira de praia quando chegou por trás e deu o primeiro golpe de martelo.

Depois da execução, Igor ainda teria pego o carro do pai para sair em um encontro com uma mulher.

O que chamou atenção da Polícia Civil é que, dias depois, ele chegou a procurar uma delegacia e registrou um boletim de ocorrência, alegando que o idoso estava desaparecido.

Posteriormente, quando o corpo de Vicente foi localizado com o rosto completamente desfigurado, o jovem também compareceu no velório.

Foi na despedida que amigos e familiares começaram a desconfiar que havia algo errado. Isso porque Igor não demonstrava nenhum sentimento de tristeza e nem se aproximou do caixão do pai.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade