PublicidadePublicidade

Em Anápolis, mãe teve a felicidade de pegar bebê no colo antes de morrer de Covid-19

Ela tinha apenas 23 anos e estava grávida quando adoeceu. Criança nasceu antes dela ir para UTI

Avatar Rafaella Soares -

A morte de Miria Santiago, de 23 anos, continua causando forte comoção entre familiares e profissionais de saúde, que por várias semanas atuaram na tentativa de salvá-la da Covid-19, em Anápolis.

A jovem estava grávida quando foi diagnosticada com a doença e passou pelo parto pouco depois. Ela ainda teve a oportunidade de pegar a bebezinha no colo antes de ir para a UTI do Hospital Evangélico Goiano (HEG).

O óbito foi confirmado na segunda-feira (15) pelas redes sociais de uma cunhada de Miria e divulgado no boletim da Secretaria Municipal de Saúde na quarta (17).

PublicidadePublicidade

Enquanto esteve no HEG, a paciente se mostrou tão amável e generosa que conquistou o coração de toda a equipe.

Ela fez aniversário no último dia 04 de março, quando já estava na UTI, e ganhou uma pequena festinha, com direito a bolo e uma foto impressa da filhinha colada na parede.

Apesar de partir tão jovem, os parentes de Miria afirmam que a moça deixará muitas saudades e que todos estão unidos para oferecer amor e segurança para a garotinha que ela deixou. A bebê passa bem.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade