PublicidadePublicidade

Missionária evangélica é cruelmente assassinada pelo filho que ouviu ‘vozes’

Crime foi presenciado por criança de 06 anos e vizinhos chegaram a escutar os gritos da vítima

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Um crime chocante foi registrado durante o feriado de Tiradentes, nesta quarta-feira (21), em Posse, cidade goiana que fica a 460 km de Anápolis.

É que um jovem, de 21 anos, precisou ser preso depois de matar a própria mãe, de 41 anos, com golpes de faca e martelo.

A vítima foi identificada como Marinalva de Jesus e estava em casa quando tudo aconteceu. Ela morreu na frente de uma criança, de 06 anos, e a polícia foi acionada depois que vizinhos ouviram os gritos da mulher.

PublicidadePublicidade

Quando as viaturas chegaram, encontraram o filho dentro de um quarto. Ele alegou que ouviu vozes que o mandaram cometer o crime e sentiu um sentimento incontrolável de raiva.

Marinalva nasceu na Bahia e atuava como missionária de uma igreja evangélica. Ela sofreu várias fraturas, escoriações e esmagamento pelo corpo antes de falecer.

De acordo com o Metrópoles, que entrevistou o delegado responsável pelo caso, toda a família está em estado de choque. O autor chegou a expressar arrependimento, mas disse que não poderia voltar no tempo.

Ele, que afirma ter ouvido as mesmas vozes em outras ocasiões, deverá responder por homicídio qualificado por motivo fútil, sem possibilidade de defesa pela vítima. A pena pode chegar a até 30 anos.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade