PublicidadePublicidade

O que a PC de Anápolis já descobriu após mulher parar na UTI por causa de cirurgia no bumbum

Procedimento foi realizado em clínica clandestina com a ajuda de estudante de medicina na Bolívia

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução/ TV Anhanguera)

Um procedimento estético para aumentar o bumbum quase acabou em tragédia para uma mulher em Anápolis.

Isso porque a cirurgia foi feita em uma clínica clandestina no município, fazendo uso de medicamentos contraindicados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Ronilza Johnson tem 46 anos e mora na Inglaterra, mas estava na cidade para visitar a família, quando decidiu dar sequência ao tratamento.

PublicidadePublicidade

A Polícia Civil  descobriu que o responsável é um biomédico chamado Lucas Santana, que afirmou ser médico e contou com a ajuda de um outro rapaz, estudante de medicina na Bolívia.

Em entrevista ao G1, a delegada responsável pelo caso, Cynthia Alves Costa, detalhou que a ação ocorreu de forma totalmente ilegal e enganosa e que os produtos ministrados no corpo de Ronilza ocasionaram uma grave infecção.

“Um dos tratamentos, segundo a vítima, foi a aplicação de ácido hialurônico nos glúteos. O outro foi uma rinomodelação. Ela passou mal uma semana depois e vizinhos chamaram uma ambulância”, explicou.

Desde o dia 31 de março, a mulher está internada no Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HUANA).

Atualmente, ela está em estado grave na UTI e apresenta situação de estabilidade no quadro clínico.

Nenhuma prisão foi efetuada até o momento, mas ambos os suspeitos ainda podem responder por lesão corporal gravíssima, exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade