PublicidadePublicidade

Homem é suspeito de espancar filho por ser homossexual: “se você não mudar, eu te mato”

Polícia Civil de Goiás recebeu denúncia anônima de vizinhos que ouviram e gravaram a agressão

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO), através de denúncia anônima, recebeu nesta quarta-feira (05) um áudio do momento em que um homem espancou o filho, em Jataí, cidade a 385 km de Anápolis.

A suspeita é de que ele tenha cometido as agressões porque o adolescente, de 14 anos, seria homossexual.

“Eu estou cansado de te falar. Eu já não falei para você mudar? Você tem que mudar, você sabe por que? Porque se você não mudar, eu te mato, eu te arrebento”, diz o genitor na gravação, divulgada pelo G1.

PublicidadePublicidade

De acordo com a corporação, o pai nega que tenha batido no garoto por causa da orientação sexual do menor. Ele afirma que teria perdido a cabeça porque flagrou o filho assistindo pornografia.

A mãe, porém, confirmou que estava ciente das agressões porque o menor “tem tendência à homossexualidade”.

O caso está sendo investigado e os vizinhos, que ouviram as agressões e gravaram o áudio, devem ser chamados em breve para prestar depoimento.

O homem assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e liberado. Ele deve responder por lesão corporal, ameaça e violência doméstica.

Caso fique comprovada a motivação da agressão, ele ainda poderá responder por homofobia, que está enquadrada no crime de racismo.

Como o adolescente foi encontrado com lesões pelos policiais, ele passou por um exame de corpo de delito e está acolhido na casa de familiares, enquanto recebe apoio psicológico.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade