PublicidadePublicidade

Polícia Civil identifica manifestantes que pediram perdão para torturadores em Goiás

Além desse cartaz, eles também seguravam um outro dizendo “Nosso Brasil pertence ao senhor Jesus" e ainda "Direita com Bolsonaro"

Da Redação Da Redação -
(Foto: Cláudia Santana Damata / Afoxé Pilão de Prata da Cidade de Goiás)

A Polícia Civil identificou os dois indivíduos que, vestidos como membros da organização racista norteamericana Ku Klux Kan, saíram pelas ruas da Cidade de Goiás, no dia 1º de maio deste ano, levando uma faixa escrita “Deus perdoe os torturadores”.

Além desse cartaz, eles também seguravam um cartaz dizendo “Nosso Brasil pertence ao senhor Jesus” e ainda “Direita com Bolsonaro”.

As investigações apontaram que um deles contratou o outro, pessoa em situação de rua, e que estava embriagado na data do fato, para que o auxiliasse a carregar a citada faixa pela ruas de Goiás.

PublicidadePublicidade

Ao que consta, o mentor confeccionou a faixa e providenciou o traje branco, bem como determinou o percurso. Em razão da conduta, ele foi indiciado pela prática de apologia de fato criminoso e por prática e incitação ao crime de racismo.

O inquérito policial, conduzido pela Delegacia da Cidade de Goiás, foi remetido ao Poder Judiciário para a adoção das providências cabíveis.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade