PublicidadePublicidade

Morre a garotinha de 06 anos que foi estuprada e apanhou até desmaiar por causa de passarinho

Mãe contou uma versão completamente diferente no hospital, mas acabou revelando toda a verdade quando a PM chegou

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução / TV Gazeta)

Foram desligados nesta quarta-feira (19) os aparelhos que mantinham vida a pequena Gabrieli Vitória Magalhães, de apenas 06 anos, que teve morte cerebral confirmada após ser vítima de estupro e espancamento, em Ecoporanga, no Espirito Santo.

A garotinha estava internada desde a última sexta-feira (14), quando a mãe procurou um hospital alegando que a filha havia sofrido uma queda de bicicleta. Na ocasião, a menina apresentava lesões pelo corpo e crises convulsivas.

Com um agravamento do quadro clínico, a criança foi transferida para outra unidade hospitalar e a equipe médica constatou as agressões físicas e sexuais.

PublicidadePublicidade

Acionada, a Polícia Militar conversou com a genitora, que confessou que o marido havia batido em Gabrieli até ela desmaiar depois de ter pedido para a menor pegar uma gaiola e o passarinho que estava preso conseguir fugir. A mulher também confirmou os estupros.

A mãe foi ainda detida dentro do hospital por omissão. Já o marido dela, que havia fugido, foi encontrado em um colchão, no meio de um matagal, por meio de denuncias anônimas.

A confirmação da morte cerebral chegou no domingo (16) e o pai de Gabrieli chegou a autorizar que os médicos fizessem a doação dos órgãos. Foi por essa razão que ela ainda foi mantida mais dois dias ligada aos aparelhos.

No entanto, conforme o G1, o delegado responsável pelo caso pediu que a doação não fosse realizada. Sem os órgãos, não seria possível realizar o exame cadavérico para comprovar as violências que a menina sofreu. Dessa maneira, os indiciamentos do padrasto e da mãe poderiam mudar.

O corpinho da menina já foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória (ES).

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade