PublicidadePublicidade

UniEVANGÉLICA se tornará universidade na segunda-feira (31) com presença do ministro da Educação

Cerimônia será realizada em Anápolis e haverá transmissão ao vivo pelo YouTube da instituição; presença de convidados está limitada como medida de prevenção ao Coronavírus

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação)

Era 31 de março de 1947 quando um grupo de lideranças criaram a Associação Educativa Evangélica. Apesar de sonharem com esse momento, eles não sabiam que, em 2021, 74 anos depois, o Centro Universitário de Anápolis passaria a ser a Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA.

(Foto: Divulgação)

E esse sonho se tornou realidade. Na última segunda-feira, 24 de maio, foi publicado no Diário Oficial da União parecer do Conselho Nacional da Educação que confirmou a mudança.

Na próxima segunda-feira (31), o ministro da Educação, Milton Ribeiro, estará na instituição para assinar a portaria ministerial, considerada o último ato para que a UniEVANGÉLICA se torne a Universidade Evangélica de Goiás.

PublicidadePublicidade

A Associação Educativa Evangélica, sua mantenedora, foi criada por Antônio de Oliveira Brasil, Archibald Tipple, Arthur Wesley Archibald, Dayse Fanstone, James Fanstone, Newton Wiederhecker, Nicola Aversari, Severino Araújo e William Benister Forsyth, missionários e líderes evangélicos, sob a liderança do Reverendo Arthur Wesley Archibald.

“Nossa missão, desde a fundação da AEE, foi exercer a tarefa gloriosa de contribuir com a educação e a formação de crianças, jovens e adultos do Estado de Goiás e de outras regiões do nosso Brasil. A primeira instituição mantida pela Associação Educativa Evangélica foi o Colégio Couto Magalhães, criado no ano de 1932, em Anápolis. De lá para cá, a UniEVANGÉLICA já foi Faculdades Integradas, Centro Universitário e agora atingiu o grau de Universidade Evangélica de Goiás, um marco histórico para a comunidade”, declara o presidente da AEE, Augusto César Rocha Ventura.

Augusto César Rocha Ventura. (Foto: Divulgação)

Para o Reitor Carlos Hassel Mendes, a criação da Universidade UniEVANGÉLICA é um marco referencial para a comunidade: “é um sonho dos nossos fundadores, que há 74 anos sonharam que o Colégio Couto Magalhães pudesse se transformar em universidade. É como eu costumo dizer, nós devemos essa conquista a eles, que fundaram as bases para o desenvolvimento institucional. É uma mudança significativa na vida da instituição, aumenta a nossa responsabilidade em relação à qualidade do ensino, pesquisa e extensão e agrega a geração de conhecimento, ampliando as pesquisas realizadas”.

Carlos Hassel Mendes. (Foto: Divulgação)

Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA é a instituição com maior conceito do MEC em Anápolis e uma das melhores em Goiás

O resultado do Índice Geral de Cursos (IGC) 2019 divulgado recentemente pelo Ministério da Educação confirmou que a Universidade Evangélica de Goiás – UniEVANGÉLICA está entre as principais instituições de ensino superior (IESs) do Estado de Goiás. Com conceito 4, permanece entre as quatro melhores, conforme a avaliação. O Curso de Medicina possui conceito 5.

No ano passado, a instituição já havia ficado entre as 10 melhores IESs, também com conceito 4, conforme o IGC 2018. E por dois anos seguidos, é a mais bem colocada de Anápolis.

O foco em modernidade, a aplicação de novas metodologias e a qualificação do corpo docente, associados a investimentos em pesquisa, ampliação dos cursos oferecidos e contínua melhoria da infraestrutura representam alguns dos motivos que levaram o Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA a receber posição de destaque.

O IGC é construído com base numa média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição.

Assim, sintetiza num único indicador a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. O IGC é divulgado anualmente pelo Inep/MEC, imediatamente após a divulgação dos resultados do Enade.

O presidente da Associação Educativa Evangélica, Augusto César Rocha Ventura, exaltou o bom desempenho da UniEVANGÉLICA: “a Universidade Evangélica de Goiás continua demonstrando sua excelência na produção de conhecimento. É um celeiro de mentes brilhantes. E o mais impressionante é observar os indicadores, que melhoram a cada ano”.

De acordo com o Reitor Carlos Hassel Mendes, o resultado do IGC é fruto do trabalho realizado pela mantenedora da instituição, a Associação Educativa Evangélica, que não mediu esforços para que a Universidade Evangélica chegasse a esse nível de excelência, oferecendo mais de 35 cursos de graduação, 2 Doutorados e 4 Mestrados, todos devidamente autorizados pelo MEC e CAPES.

Em busca constante de melhoria da instituição, a AEE continua investindo na expansão universitária.

Serviço – Assinatura da portaria ministerial que cria a Universidade Evangélica de Goiás

Data: 31 de maio de 2021
Horário: a partir das 18 h
Transmissão online: YouTube da UniEVANGÉLICA

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade