PublicidadePublicidade

Enel anuncia desconto de até 40% e possibilidade de parcelamento em contas atrasadas

Possibilidade é válida para todas as classes de consumo e foi criada em razão das dificuldades da pandemia

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Alex Malheiros/Divulgação)

A Enel anunciou nesta quarta-feira (02) que prorrogou até o dia 18 de junho a campanha de 40% de desconto para dívidas vencidas há mais de 180 dias.

Os consumidores que aderirem à iniciativa poderão, desta vez, obter o desconto parcelando a dívida em até seis vezes (entrada mais cinco parcelas).

A negociação extraordinária oferecida pela companhia nesse momento de pandemia é válida para todas as classes de consumo.

PublicidadePublicidade

Segundo a Enel, o objetivo é facilitar o pagamento dos débitos pelos consumidores inadimplentes, possibilitando que voltem a ficar regularizados com a concessionária.

A diretora de Mercado da Enel Brasil, Márcia Sandra Vieira Silva, explica que o desconto vai incidir sobre o valor original da dívida vencida há mais de 180 dias.

“Estamos vivendo um momento desafiador. Sensíveis ao atual momento, vamos flexibilizar este mês a negociação dos débitos de nossos clientes para que possam ficar em dia com a companhia”, afirma.

A negociação pode ser feita pela Central de Atendimento 0800 062 01 96 ou presencialmente, nos pontos de atendimento.

Alternativa 

Responsável pelo atendimento da Enel em Goiás, Hugo Leandro Ferreira, lembra que os clientes de baixa tensão (Grupo B), em sua maioria clientes residenciais e pequenos comércios, podem parcelar suas contas vencidas há mais de 60 dias em até dez vezes (entrada de 10% + 9 parcelas, no limite de R$ 20 por parcela).

Esta negociação pode ser feita na própria fatura e sem sair de casa, pelo Portal de Negociação, disponível no site ou aplicativo da Enel, disponível em celulares Android ou iOS.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade