PublicidadePublicidade

Após marido soltar pit bull, militares arrombam porta e encontram mulher desacordada no banheiro

Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para socorrê-la e caso acabou tomando um rumo diferente na Central de Flagrantes

Da Redação Da Redação -
Central de Flagrantes da Polícia Civil. (Foto: Danilo Boaventura)

Uma mulher de 34 anos acionou a Polícia Militar no início da madrugada desta quinta-feira (17) para denunciar estar sendo vítima de violência pelo marido, de 39 anos, no Parque das Nações, em Anápolis.

Quando os agentes chegaram no endereço, encontraram apenas o homem, que alegou que não havia agredido a companheira e que, naquele momento, ela estaria no quarto dormindo.

A equipe pediu que a esposa fosse chamada. O suspeito se negou e ainda soltou um cachorro da raça pit bull na direção dos policiais.

PublicidadePublicidade

Toda a situação apenas levantou mais desconfianças e os militares entraram na residência e perceberam que a vítima estava trancada dentro de um banheiro.

Ela foi chamada várias vezes e não respondeu. A porta então foi arrombada e a mulher estava caída no chão, desacordada. Os bombeiros tiveram de ser acionados para prestar os primeiros socorros.

Assim que ela acordou, afirmou ter levado um tapa no rosto durante uma discussão e sido xingada e trancada dentro do cômodo.

Na delegacia, no entanto, o caso acabou tomando um rumo bem diferente. Isso porque a mulher entrou em contradição sobre as agressões, não tinha marcas de lesões e se negou a passar por exame pericial.

Imagens feitas na casa também apontam que ela poderia ter se trancado sozinha no banheiro, já que a chave estava para o lado de dentro.

Neste sentido, ambos foram liberados com a condição de que o marido não voltasse para casa, uma vez que os dois tinham sinais de embriaguez e poderiam voltar a se desentender. O caso será investigado.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade