PublicidadePublicidade

Escola de Anápolis levará nome de professora que morreu grávida por causa da Covid-19

Bastante querida na cidade, a profissional foi infectada em chá de bebê surpresa organizado por colegas de trabalho

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
Professora Camilla Graciano. (Foto: Reprodução)

Escola Municipal Professora Camilla Francisco de Lima Graciano foi o nome escolhido pelo prefeito Roberto Naves (PP) e aprovado pelos vereadores para a nova unidade de ensino da Prefeitura de Anápolis.

A instituição a ser construída ficará no Bom Clima e homenageará a profissional, que perdeu a vida para Covid-19 em 2020 após ser infectada num chá de bebê surpresa organizado por colegas de trabalho.

Camilla tinha 31 anos e estava gestante de oito meses quando foi acometida pela doença. A bebê, Helena, sobreviveu e é cuidada pelo pai, Wesmair Graciano.

PublicidadePublicidade

No projeto enviado à Câmara Municipal, Roberto destacou a trajetória da professora que atuou como assessora de língua portuguesa e, por isso, prestava serviço em várias escolas da cidade.

“Sempre acreditando na educação e no ensino desse componente curricular, na importância do trabalho como produção textual, investindo de forma significativa no desenvolvimento de habilidades de leitor e escritor, permitindo que os estudantes da rede municipal, a qual foi concursada, tornassem-se escritores de poesias”.

Professor Marcos (PT), vereador que deu relatório favorável à criação da nova escola, também ressaltou as contribuições de Camilla para a educação local.

“Externo aqui minha satisfação e reconhecimento pela grande profissional e amiga que foi Camilla, realizando feitos extraordinários na educação, por todos os lugares que trabalhou, sendo esta uma singela homenagem, porém significativa para todos nós”.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade