PublicidadePublicidade

Polícia confirma que jovem foi estuprada, ferida e enterrada viva por desconhecido

Suspeito foi, enfim, localizado e preso. Corpo da vítima demorou dias para ser encontrado

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Está repercutindo nas redes sociais, desde a quinta-feira (22), a prisão de um homem que é suspeito de ter cometido um crime extremamente cruel, em Santa Cruz do Xingu, no Mato Grosso.

De acordo com a Polícia Civil, ele foi localizado apenas nesta semana, mas teria sido o responsável pela morte de Laura Batista de Souza, de 28 anos, no ano passado.

Todo o caso teve início no último dia 02 de setembro, quando o patrão da moça acionou policiais militares e relatou que a funcionária não estava mais dando notícias e teria desaparecido logo após deixar o trabalho com um homem.

PublicidadePublicidade

Passado alguns dias, segundo o UOL, a corporação soube que uma escavação havia sido localizada na chácara do suspeito e decidiu fazer uma averiguação. Lá estava o corpo da moça, apresentando lesões aparentes de uma arma branca.

As perícias realizadas no cadáver apontaram que Laura foi vítima de estupro e golpeada com uma faca na região no estômago. Depois foi enterrada ainda viva.

As investigações também mostraram que ela não conhecia o autor do crime.

O envolvido foi colocado à disposição da Justiça e indiciado por homicídio qualificado, estupro e ocultação de cadáver.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade