PublicidadePublicidade

Mais de 50 trabalhadores são encontrados vivendo como escravos em motel desativado de Goiás

Situação de 'alojamentos' era desumana e vítimas estavam, inclusive, passando frio

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

Uma operação conjunta da Superintendência Regional do Trabalho em Goiás (SRTEGO), Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Federal (PF) e da Defensoria Pública da União (DPU) resgatou 54 trabalhadores em Goiás.

Eles estavam alocados em um antigo motel, localizado no município de Jataí, trabalhando em condições análogas à escravidão.

Alguns quartos chegavam a abrigar mais de dez homens, sendo que apenas um colchão era disponibilizado.

PublicidadePublicidade

As condições sanitárias e de alimentação também eram consideradas subumanas.

Eles trabalhavam como coletores de palha para uma empresa de cigarros, localizada em São Paulo.

Apesar do resgate ter sido feito na semana passada, segundo o Metrópoles, as informações do caso só foram tornadas públicas nesta terça-feira (10).

Todos os trabalhadores receberão, pelos próximos três meses, o suporte do governo através do seguro-desemprego, no valor de um salário mínimo.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade