PublicidadePublicidade

Idosa pede socorro ao neto após “emboscada sexual” de pedreiro em Anápolis

Jovem precisou agir rápido para chamar atenção do suspeito e acionar a PM

Da Redação Da Redação -
Central de Flagrantes da Polícia Civil. (Foto: Danilo Boaventura)

Uma idosa, de 68 anos, passou por momentos muito desconfortáveis durante o domingo (22) em Anápolis.

Isso porque um pedreiro, de 44 anos, foi até a casa dela durante a manhã para realizar um serviço que estava pendente.

Porém, no meio do trabalho, ele teria interrompido a atividade para propor uma massagem à moradora, que disse não.

PublicidadePublicidade

Entretanto, a recusa não teria sido suficiente para parar o homem, que agarrou o pé da idosa e começou a massageá-lo de qualquer forma, inclusive subindo a mão pela perna da vítima.

O contato só cessou depois que a mulher chutou o pedreiro para longe e correu para o portão, exigindo que ele fosse embora, o que aconteceu.

Mas não demorou muito para que o homem voltasse a entrar em contato, desta vez pelo WhatsApp, perguntando quando poderia finalizar o serviço e a massagem.

Extremamente incomodada, a idosa entregou o celular para o neto, um jovem de 27 anos, que se passou por ela para convidar o profissional novamente à residência.

Ao chegar lá, ele se deparou com o neto o esperando junto da Polícia Militar (PM).

Ambas as partes foram encaminhadas para a Central de Flagrantes, onde o suspeito negou todas as acusações.

Ele agora será investigado pelo crime de importunação sexual.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade