PublicidadePublicidade

Ortopedista de Anápolis explica como identificar e tratar a tendinite

Problema é comum e pode afetar principalmente que passa muito tempo fazendo uso de dispositivos eletrônicos

Da Redação Da Redação -
(Foto: Divulgação)

A tendinite é uma doença que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), afeta uma em cada 100 pessoas e pode acontecer principalmente nos punhos e nos antebraços.

Normalmente, ela ocorre por envelhecimento, falta de alongamento, estresse e movimentos repetitivos, como passar todo o dia digitando ou fazendo uso de dispositivos eletrônicos.

Para evitar fortes dores e ter de interromper atividades simples do dia-a-dia, é necessário estar atento aos sintomas da tendinite para iniciar o tratamento o quanto antes.

PublicidadePublicidade

E para explicar melhor o assunto, entrevistamos o dr. Flaviano Henrique Pelloso Borghesan, formado pela Universidade de Cuiabá, com residência médica em Ortopedia pela Universidade de Cuiabá e residência médica em Cirurgia de Mão pela Universidade Estadual Paulista Campus Botucatu.

Atualmente, o profissional atua como ortopedista na Clínica Popular da Saúde em Anápolis. Confira a entrevista:

O que é a tendinite?

Dr. Flaviano Henrique: Os tendões são estruturas fibrosas, formadas por tecido conjuntivo, cuja principal função é conectar e transmitir a força muscular para a estrutura óssea, permitindo que o movimento corporal ocorra. A tendinite é a inflamação das fibras dos tendões, causando dor e inchaço do tendão, podendo ocorrer em qualquer tendão do corpo, sendo mais comum nos ombros, cotovelos, punhos e joelho. Essas dores pioram com o movimento e resultam em diminuição da força, podendo durar dias, semanas ou meses.

Como se dá o diagnóstico?

Dr. Flaviano Henrique: O diagnostico da tendinite se dá através de uma boa avaliação médica, avaliação da atividade laboral e atividades físicas praticadas pelo paciente, combinada do exame clínico e exames complementares como radiografia, ultrassonografia e ressonância magnética.

Quais são as causas dessa inflamação?

Dr. Flaviano Henrique: Suas causas costumam estar relacionadas, principalmente, a falta de condicionamento físico em geral, postura inadequada, carregamento excessivo de peso, lesão por esforço repetitivo e movimentos no uso de computadores, tablets ou celulares.

Qual o tratamento?

Dr. Flaviano Henrique: Normalmente é indicado que o paciente interrompa a atividade causadora da tendinite, além da prescrição de anti-inflamatórios para aliviar a dor, assim como sessões de fisioterapia, para fortalecer e alongar a musculatura da região atingida. A disciplina do paciente é muito importante para o êxito do tratamento.

O que acontece quando não é realizado o tratamento adequado?

Dr. Flaviano Henrique: Se não tratada corretamente, ela eventualmente vira um quadro crônico que desencadeará processos mais sérios, como ruptura tendinea, atrofia muscular e sobrecarga das articulações; com necessidade de tratamento cirúrgico.

Há como prevenir a tendinite?

Dr. Flaviano Henrique: A atividade física moderada com periodicidade diária, com direito a fortalecimento da musculatura, é uma grande aliada. Sempre lembrando que hábitos de vida saudáveis, colaboram de uma forma em geral, para a melhor qualidade de vida do paciente.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade