PublicidadePublicidade

Família de homem que sofreu acidente em condomínio de Anápolis passa por necessidades

Ele, que fazia um bico, ficou paraplégico e está internado no HUGO, em Goiânia

Caio Henrique Caio Henrique -
(Foto: Arquivo Pessoal)

Uma família de Anápolis passou por apuros terríveis desde um grave acidente, ocorrido no dia 02 de setembro, e agora precisa de ajuda para se recuperar.

Na ocasião, Adriano Osmar dos Reis, de 38 anos, estava desempregado e aceitou um trabalho para ajudar um amigo a descarregar uma carga de porcelanatos, quando o material acabou caindo por cima dele.

O impacto causou danos irreparáveis à coluna e tórax do homem, que ficou paraplégico e em estado grave de saúde.

PublicidadePublicidade

A esposa de Adriano, Gilma Martins, conversou com a reportagem do Portal 6 nesta sexta-feira (10) e explicou como está sendo o processo em busca da recuperação.

Segundo ela, o trabalhador foi atendido primeiramente no Hospital Estadual de Urgências de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HEANA) e então encaminhado para o Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO) no dia seguinte.

Na última quarta-feira (08), o quadro clínico se agravou, por conta do diagnóstico de trombose pulmonar.

Felizmente, os médicos conseguiram uma estabilização, porém, ainda será necessária a realização de uma cirurgia de emergência, agendada para segunda-feira (13).

Gilma explicou que o custo com o procedimento será zero, mas a medicação receitada para o pós-cirúrgico é extremamente cara e deve ser mantida sem falta durante os seis primeiros meses de recuperação.

“Ele vai ficar impossibilitado de trabalhar na cadeira de rodas, e eu também, que ficarei tomando conta dele. Todo tipo de ajuda será bem-vinda, porque no momento estamos sem renda alguma”, explicou.

Ela também compartilhou a dificuldade de manter o sustento dos dois filhos, especialmente com um deles sendo especial e necessitando de auxílios pontuais.

Pessoas próximas, incluindo o amigo presente no acidente, vêm ajudando da maneira que podem. Porém, é muita coisa com o que se preocupar de uma só vez.

A chave Pix para os interessados em ajudar é a seguinte: 62994106039, que também é o número para contato com Gilma.

Entretanto, dinheiro não é a única forma de auxiliar. Doações de fraldas, óleos cicatrizantes, lenços umedecidos e até mesmo alimentos também são maneiras de ajudar Adriano, Gilma e o restante da família.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade