PublicidadePublicidade

Morre a idosa que se perdeu em mata de Goiás enquanto procurava por pequi

Dona Eva foi encontrada debilitada e bombeiros usaram as próprias fardas para improvisar uma maca para socorrê-la

Da Redação -
Várias pessoas se mobilizaram para procurar Dona Eva. (Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

Morreu na madrugada desta quinta-feira (23) a Dona Eva, a idosa de 65 anos que passou quase 30 horas perdida depois de se perder em uma mata de Mozarlândia, município localizado a pouco mais de 320 km de Anápolis.

De acordo com o G1, a idosa teve uma complicação nos rins na terça-feira (21) e precisou ser transferida do Hospital Municipal de Mozarlândia para uma unidade da Cidade de Goiás.

Apesar dos esforços das equipes médicas, a senhora sofreu uma parada cardíaca e não resistiu.

PublicidadePublicidade

Dona Eva saiu de casa no último dia 17 com a filha para procurar pequis e as duas acabaram se desencontrando enquanto colhiam os frutos.

Apesar dos gritos de desespero da jovem, nenhuma resposta era dada. Outros filhos se mobilizaram para ajudar na busca ainda na sexta-feira (17), mas também sem sucesso.

Em determinado momento, o Corpo de Bombeiros precisou ser acionado e saiu de Aruanã, a mais de 100 km da cidade onde a idosa se perdeu.

Um rapaz em uma moto foi quem localizou a mulher já no sábado (18). Ela estava embaixo de um arbusto em um local de difícil acesso e mal conseguia falar.

Os bombeiros improvisaram uma maca com fardas e carregaram a vítima até um hospital. A suspeita é de que a alta temperatura e a baixa umidade tenham debilitado a senhora.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade