PublicidadePublicidade

Corregedoria é acionada após juiz de Goiás fazer declaração polêmica sobre ‘putas’ em sentença

Medida foi anunciada pelo presidente do TJGO, desembargador Carlos França

Caio Henrique -
(Foto: Divulgação)

Uma declaração polêmica do juiz Thiago Brandão Boghi, da Comarca de Santa Helena de Goiás, tem dado o que falar nas redes sociais e rendeu até um posicionamento do Tribunal de Justiça do Estado (TJGO).

Isso porque, após a ampla repercussão e mensagens de cobrança dos populares, a presidência do TJGO, por meio do desembargador Carlos França, decidiu encaminhar o caso à Corregedoria-Geral.

Agora, o imbróglio será analisado e poderá resultar em graves punições para o magistrado.

PublicidadePublicidade

Toda a polêmica se iniciou após a publicação de uma sentença do juiz, na segunda-feira (28), recheada de afirmações e comparações radicais, que não caíram bem diante da opinião pública.

Ele afirmou, por exemplo, que, no seu tempo, “um homem se relacionar com ‘putas’ era considerado fato de boa reputação, e que é uma pena que os tempos tenham mudado.

Na mesma sentença, Thiago disse que o ex-deputado federal Jean Wyllys, atualmente filiado ao PT, é o “queridinho da Rede Globo” e que a legenda de esquerda PSOL é “queridinha do STF”.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade