PublicidadePublicidade

Barraco com deputado goiano vira caso de polícia e faculdade passa por perícia

Parlamentar foi flagrado chamando mulher de 'puta' e, nas imagens, ainda é possível ouvir um disparo de arma de fogo

Gabriella Licia -
Prédio da Unifan. (Foto: Captura / Google / Hugo Almeida)

A confusão entre o deputado federal Professor Alcides (PP) e uma mulher, na sexta-feira (08), continua repercutindo em todo o estado de Goias.

Neste sábado (09), a Polícia Técnico-Científica esteve na Unifan, uma das faculdades que o parlamentar é dono e onde ocorreu a discussão, para realizar uma perícia.

É que com a disseminação das imagens da briga, que mostra o deputado xingando a moça, em alto e bom som, de ‘puta’, a instituição confirmou que um segurança da unidade chegou a dar um tiro para o alto para encerrar o tumulto.

Por meio de nota, enviada ao O Popular, a Unifan lamentou o ocorrido e afirmou que o deputado teria sido bastante agredido.

Ainda no documento, a instituição alegou que a situação apresenta “nuances de armação para expor a imagem do nosso reitor”.

Na própria sexta-feira (08), a mulher, vítima das agressões, compareceu à delegacia para prestar depoimento. Já Alcides preferiu se ausentar, com a justificativa de que estaria machucado.

Como as agressões físicas teriam sido de ambos os lados, apenas um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi lavrado contra as partes envolvidas.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade