Descubra como sair de uma concessionária dirigindo carro zero sem precisar comprá-lo

Serviço disponibilizado por montadoras como Fiat, Renault e Volkswagen possibilita vantagens e desvantagens para clientes

Augusto Araújo -
(Foto: Divulgacão)

Está se tornando cada vez mais comum montadoras de carros disponibilizem planos de assinatura de veículos no Brasil. Tanto é que marcas como Fiat, Renault, Volkswagen, Toyota, Caoa Chery e Audi já oferecem esse tipo de serviço no país.

Funciona assim: o cliente vai à concessionária e assina um termo de “aluguel” do carro, em que pagará uma mensalidade para poder dirigir um automóvel zero quilômetro por um determinado período – que costuma ser entre 12 e 36 meses.

A vantagem está no fato de que o motorista não precisa pagar a mais pelo IPVA, licenciamento, seguro e manutenções preventivas do veículo, pois o valor já vem incluso no preço da mensalidade.

Isto se deve ao fato do automóvel ainda ser propriedade da empresa que fornece a assinatura do plano. As montadoras também oferecem serviços de atendimento 24h aos assinantes.

Por fim, alguns modelos podem ser comprados ao final do contrato, dependendo do plano selecionado.

Contudo, despesas com combustível, multas, limpeza e estacionamento são de responsabilidade do cliente.

Além disso, o contratante escolhe uma quilometragem mensal máxima a ser rodada e, caso ultrapasse esse limite, terá que arcar com uma taxa pela rodagem extra.

O cliente também deve se manter atento e colocar uma lupa nas despesas, para que o barato não saia caro. Em muitos casos, pode ser que o valor final do aluguel do veículo saia mais caro do que a compra do mesmo.

Ficar de olho nos custos decorrentes da assinatura também é necessário, pois eles podem ser maiores do que o orçamento do consumidor.

Sendo assim, é importante fazer comparações, analisar com calma e ver se a assinatura de um carro novo se encaixa no estilo de vida da pessoa interessada.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.