Garotinha pede socorro em mercado após ser vítima de crime grave dentro de casa

Polícia Militar de Anápolis precisou ser acionada e menina contou como toda a barbaridade ocorreu

Da Redação -
Caso ocorreu no Jardim das Américas 1ª Etapa. (Foto: Captura / Google Maps)

A Polícia Civil deverá investigar a denúncia grave de uma menina, de 12 anos, que afirma ter sido vítima de abuso sexual em Anápolis.

O pedido de socorro foi feito em um mercado do Jardim das Américas 1ª Etapa, nesta sexta-feira (22).

A criança teria esperado o homem sair da casa da tia, que cuida dela enquanto a mãe trabalha, e correu para o estabelecimento comercial para relatar o crime.

PublicidadePublicidade

A Polícia Militar teve de ser acionada e a vítima contou que a tia precisou se ausentar e o padrasto foi até a residência. Lá teria a beijado na boca três vezes e passado a mão nas partes íntimas dela.

O suspeito ainda teria forçado para que a criança não contasse a ninguém sobre os abusos sofridos e dito que só estaria namorando a mãe dela para ficar perto da menor.

Ao ser localizado, o homem alegou ter ido até a residência para que a menina não ficasse sozinha e, percebendo que estava triste, teria a abraçado e, acidentalmente, encostado na boca dela.

O Conselho Tutelar foi chamado para acompanhar a situação e o caso foi registrado na Central de Flagrantes como estupro de vulnerável.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.