“Anápolis se torna uma das cidades mais modernas do Brasil”, diz Caiado ao apresentar R$ 304,5 milhões em investimentos

Marca histórica foi atingida em dois anos e 10 meses de gestão, de acordo com balanço divulgado pelo Governo de Goiás

Pedro Hara -
Investimentos tornaram Anápolis uma das cidades mais modernas do país (Foto: Secom/Governo de Goiás)

O balanço de investimentos apresentado nesta quarta-feira (27) pelo Governo de Goiás apontou que Anápolis recebeu R$ 304,5 milhões em investimentos estaduais desde o início da gestão Caiado, em 2019.

Os recursos foram aplicados nas áreas de educação, saúde, habitação, infraestrutura, abastecimento de água, tratamento de esgoto e retomada da economia. 

Após dois anos e 10 meses de gestão, a cidade se tornou “uma das mais modernas do Brasil”, de acordo com o governador Ronaldo Caiado (DEM). 

PublicidadePublicidade

No Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), foram investidos R$ 103 milhões entre obras de infraestrutura e expansão de empresas instaladas no local. Também houve a autorização de uma agência dos Correios. 

Educação

As 49 unidades de ensino da rede estadual no município receberam mais de R$ 34,5 milhões. Foram investidos R$ 19,3 milhões em melhorias na infraestrutura e R$ 14,4 milhões para garantir a merenda e R$ 213 mil para a contratação de serviços nas escolas estaduais do município.

Habitação

Houve investimento de R$ 43,2 milhões na habitação do município. O montante financiou a entrega de 420 unidades habitacionais pelo Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab). Há outras 161 construções em andamento. 

Inovação

A transferência de 175 hectares da Plataforma Logística Multimodal de Anápolis para a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) irá propiciar a implementação de, pelo menos, 108 empreendimentos e a geração de, no mínimo, 5 mil empregos no DAIA. 

O Centro de Excelência em Tecnologia Ferroviária (CETF) será implantado em Anápolis até o final deste ano e receberá investimentos de no mínimo R$ 60 bilhões em 10 anos. O funcionamento do CETF será no Centro de Convenções de Anápolis e os recursos serão destinados pelo Ministério da Infraestrutura.

Economia

Por conta da pandemia da Covid-19, o município sofreu danos na economia. Para contonar a situação, foram assinados protocolos de intenção para a implementação ou ampliação de 23 empreendimentos no município, com previsão de aplicação de recursos na ordem de R$ 4 bilhões.

A expectativa é de que essas empresas e indústrias promovam a geração de 22,5 mil empregos, sendo 5,9 mil diretos e 16,6 mil indiretos. 

Empregos

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão ligado ao Ministério da Economia, apontou saldo positivo entre admissões e demissões nos últimos dois anos, em Anápolis. Em 2019, o saldo foi de 1.142; em 2020, de 4.973; e até maio de 2021, de 3.951.

Saúde

Na saúde, os investimentos foram de R$ 64,3 milhões. Foram R$ 16,3 milhões, em 2019; R$ 30,7 milhões em 2020 e R$ 17,2 milhões, em 2021. Desde o início da gestão de Ronaldo Caiado, o estado mantém um convênio com a Santa Casa de Misericórdia. 

O contrato prevê repasse mensal de R$ 599 mil para custeio das internações de UTI e cirurgias eletivas. 

Durante a fase mais crítica da pandemia da Covid-19, foram cedidos 10 respiradores pulmonares para transporte de pacientes ao município de Anápolis. 

Água e esgoto

No serviço de água e esgoto do município, a Saneago investiu R$ 14,2 milhões no sistema de abastecimento de água de Anápolis, para garantir sua regularidade. Desse montante, o destaque é a implantação da Estação de Tratamento de Água Compacta, que recebeu R$ 3,5 milhões e foi inaugurada no último dia 3 de agosto. 

Social

Houve destinação de R$ 156 mil para a revitalização do Vapt Vupt do Anashopping para melhorias estruturais no órgão. Houve também a inauguração do Centro de Pesquisas e Educação Científica (Cepec) da Universidade Estadual de Goiás (UEG), que recebeu investimento de R$ 2,5 milhões para atuação em diversas áreas de conhecimento, com área total de 1.944 metros quadrados. 

A Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), entre janeiro de 2019 e agosto de 2021, entregaram 58.598 benefícios aos moradores de Anápolis. Os donativos representaram um investimento de R$ 370 mil.

De janeiro de 2019 a junho de 2021, são 933 estudantes contemplados com bolsa de estudos, fruto de um investimento de R$ 6,7 milhões.

Além disso, a OVG destinou 50.859 brinquedos do Natal do Bem à cidade, nos anos de 2019 e 2020. Com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), 26,4 mil toneladas de alimentos foram destinados à cidade.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.