Entenda por que está mais difícil levar multas na BR-060 entre Goiânia e Anápolis

Reportagem entrou em contato com a Triunfo Concebra, mas não obteve resposta

Karina Ribeiro -
Imagem de radares de rodovias goianas. (Foto: Reprodução)

Atualizado às 17h22, com resposta do Dnit

Pelo menos seis radares instalados na BR-060 entre os municípios de Goiânia e Anápolis foram desinstalados. A maioria deles com limite de fiscalização de velocidade de 80 km/h, sentido Goiânia/interior.

É possível observar que, ao longo do trecho entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) até chegar em Teresópolis de Goiás, estão somente as placas de sinalização indicando a presença dos ‘pardais’, e parte da estrutura.

Os sensores que fazem a aferição não estão visíveis para quem trafega pela rodovia.

Mas, em menor volume, o mesmo ocorre em sentido contrário, conforme observou a reportagem do Portal 6.

O equipamento que faz a leitura dentro do município de Teresópolis de Goiás também não está registrando a velocidade dos carros que passam pela rodovia que corta a cidade.

Já esse mesmo tipo de aparelho está funcionando perfeitamente próximo ao Posto Presidente – já na zona urbana de Anápolis.

A reportagem entrou em contato com o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) para saber quais os motivos e se serão novamente reinstalados, mas ainda não obteve retorno. A reportagem entrou em contato também com a concessionária Triunfo Concebra, que não respondeu aos questionamentos

Com a palavra, o Dnit:

O DNIT não possui jurisdição no segmento citado desde 5 de março de 2014, data de início da concessão. Sendo assim, as dúvidas apresentadas podem ser submetidas à Concessionária Triunfo Concebra ou à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) – responsável pelas concessões rodoviárias.

 

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.