Black Friday está chegando e Procon ensina truque para que consumidores não comprem pela “metade do dobro”

Lista com lojas onlines suspeitas, que devem ser evitadas, também foi divulgada

Augusto Araújo -
(Foto: Reprodução)

A Black Friday está com data marcada para o dia 26 de novembro.

Com uma boa antecedência, o Procon Goiás preparou uma série de dicas para o consumidor dar aquela pesquisada e não cair em nenhuma tentativa de golpe.

Uma delas é fazer o monitoramento e a pesquisa de preços dos produtos que quer comprar para ficar atento ao preço final registrado no dia da promoção.

PublicidadePublicidade

Existe até uma Lei Estadual, a 19607/2017, que obriga os fornecedores goianos a informarem ao consumidor o histórico de preços dos itens e serviços em promoção nos últimos 12 meses.

Desse modo, o cliente evita ser enganado por golpes como “a metade do dobro”, onde o comerciante infla os preços às vésperas de um grande evento, para fazer um falso desconto na data escolhida.

As vendas online também podem causar dor de cabeça em consumidores desatentos. O órgão de fiscalização alerta para que os internautas fiquem atentos com ofertas “boas demais para ser verdade”.

Por isso, uma lista de sites suspeitos foi criada pela Fundação Procon São Paulo, como uma ferramenta para auxiliar os consumidores a não caírem em golpes. Ela pode ser acessada através deste link.

Denuncie

O consumidor que tiver seu direito violado ou que flagrar uma situação abusiva pode entrar em contato com o Procon Goiás por meio das linhas: 151 (Goiânia) e (62) 3201-7124 (interior) ou da plataforma Procon Web (proconweb.ssp.go.gov.br).

Pelo site, também é possível agendar atendimento presencial no órgão.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.