Religiosa que dizia ter ‘poderes sobrenaturais’ é presa após dar o prejuízo de R$ 400 mil para uma única família

Mulher, que fazia rezas e sessões espirituais, alertava que as vítimas iriam padecer de sérios de problemas de saúde caso os valores não fossem transferidos

Karina Ribeiro -
Imagem da entrada de Alvorada do Norte, onde crime de religiosa ocorreu. (Foto: Divulgação)

Ao fazer uma espécie de lavagem cerebral em suas vítimas durante quase cinco anos, uma religiosa foi presa pela Polícia Civil (PC), por extorquir uma família por cerca de cinco anos em Alvorada do Norte – região Noroeste de Goiás.

A prisão preventiva ocorreu na última segunda-feira (08).

A investigação começou após uma vítima informar que vinha sendo extorquida por uma mulher que dizia ter forças espirituais.

Após criar vínculo, ela cobrava por cada sessão de ‘reza’, com valores que, somados, chegam a R$ 400 mil.

Foi apurado que a acusada usava de chantagem para conseguir o recurso.

Caso os valores não fossem transferidos, a vítima e parentes iriam padecer de sérios de problemas de saúde.

Segundo o delegado Caio Menezes, fragilizada e com estado emocional abalado, a vítima chegou a fazer uma procuração de transferência da casa que morava para a golpista. “Temos comprovantes de depósito e transferência bancárias tanto no nome d a acusada quanto em outros nomes”, afirmou.

Inclusive, ela também é acusada de estelionato, já que utilizava diversos outros nomes na região. “Isso até dificultou um pouco as investigações, mas agora ela está presa e foi encaminhada para Formosa”, diz.

Durante as diligências, ela foi detida enquanto saia de um supermercado, no município de Simolândia.

A mulher está à disposição do Poder Judiciário.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.