Assassinos do jovem “Gordinho” enfim são presos pela Polícia Civil

“Loirinho”, “Dum dum” e “Pit Bull” já vestiram a farda laranja e estão sob a custódia do Sistema Prisional de Goiás

Da Redação -
“Loirinho”, “Dum dum” e “Pit Bull” foram detidos pela Polícia Civil. (Foto: Divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) anunciou nesta quinta-feira (11) a prisão de três jovens que são os principais suspeitos de participarem do crime que resultou na morte de um jovem conhecido como Gordinho, de 20 anos, em Goiânia.

As investigações apontaram que o assassinato ocorreu em decorrência de uma disputa entre facções criminosas por pontos de tráfico e que a vítima já era monitorada há algum tempo por um grupo rival.

No dia da execução, registrada em julho deste ano, Eduardo Pereira, conhecido como “Loirinho”, e Vinicius Eduardo, que tem o apelido de “Dum Dum”, teriam ido até o condomínio da namorada de Gordinho para observar o momento em que ele chegaria.

PublicidadePublicidade

Depois de avistarem o rapaz, acionaram Thiago Lima, que tem a alcunha de “Pit Bull” e seria o responsável pela execução.

Imagens de câmeras de segurança, divulgadas pela Polícia Civil, mostram o momento em que Gordinho sai do residencial dentro de um veículo, com a companheira e outras duas mulheres, e é alvejado com quatros disparos. Ele morreu antes mesmo do socorro chegar.

Toda a desavença teria começado há um ano, depois que a vítima teria passado a vender entorpecentes para uma facção e comemorado a morte de um criminoso rival com fogos de artifício.

Os suspeitos estão presos temporariamente sob a custódia do Sistema Prisional de Goiás e deverão responder por homicídio duplamente qualificado.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.