PublicidadePublicidade

Piloto de helicóptero em Caldas Novas foge com passageiros após ver fiscais da ANAC

Aeronave está realizando voos clandestinos na cidade e empresa deve ser punida e responder processo

Karina Ribeiro -
Tenda onde eram organizados os voos panorâmicos clandestinos. (Foto: Divulgação/Anac)

Era para ser um simples voo panorâmico de helicóptero, no último domingo (21), no município de Caldas Novas – potência turística de Goiás. Mas a normalidade saiu de cena e entrou uma situação pitoresca.

O piloto da aeronave, minutos antes de decolar, avistou fiscais da Agência Nacional de Aviação (Anac) e simplesmente fugiu.

Detalhe: com passageiros a bordo e tudo. O motivo para a atitude é simples: o helicóptero com prefixo PR-ETO está impedido de realizar voos por conta de uma suspensão administrativa aplicada pela Anac por irregularidades anteriores.

PublicidadePublicidade

A advertência ocorreu em outubro deste ano e tem prazo de 180 dias. Além disso, a empresa responsável pela aeronave é reincidente.

Entretanto, a agência identificou que o piloto continuava realizando os voos panorâmicos, aumentando o risco à segurança aérea e aos passageiros.

Sendo assim, ao longo de todo o último fim de semana, fiscais da Anac juntamente com a Polícia Militar tentaram rastrear o piloto, quando foi localizado no domingo (21).

O piloto receberá suspensão cautelar das habilitações e a ANAC abrirá novo processo contra a empresa registrada como operadora da aeronave.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.