Situação do DAIA está prejudicando transporte coletivo e ARM pressiona Codego e Goinfra

Monitoramento do órgão municipal está sendo feito presencialmente e pelo aplicativo Simaps

Pedro Hara -
Atrasos nos ônibus estão causando transtorno para os usuários (Foto: Divulgação)

As obras em andamento na GO-330, no Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA), estão prejudicando todo o transporte coletivo da cidade e os transtornos já chegaram ao conhecimento da Agência Reguladora de Anápolis (ARM).

Para minimizar os problemas causados pelas intervenções no local, Robson Torres, presidente da autarquia, encaminhou um ofício a Renato Menezes de Castro, presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego) e Pedro Sales, presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra).

No documento, Robson aponta que os ônibus que circulam pelo local registram atrasos de mais de 60 minutos. Por conta desses atrasos, toda a estrutura viária que depende do transporte coletivo é afetada.

Além dos atrasos, também houve a desinstalação de alguns pontos devido ao período de chuvas, entretanto, a medida já era prevista.

O monitoramento das linhas que passam pela região do DAIA é realizado pelo órgão municipal por meio do aplicativo Simaps, que acompanha os ônibus em tempo real e também pode ser utilizado pelos usuários.

Ao Portal 6, o presidente da ARM explicou que o problema fica sendo jogado da Goinfra para a Codego e que, além disso, faltou um estudo técnico para minimizar os prejuízos ligados a malha viária e que “a licitação tinha que ter previsto tendas e gastos com sinalização”.

Uma das providências pedidas por Robson Torres a Renato de Castro e Pedro Sales é a adoção de medidas imediatas para que não haja prejuízos para aqueles que utilizam o STPM.

Confira o vídeo que mostra os transtornos enfrentados pelos usuários do transporte coletivo

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.