Homem pede ajuda humanitária contra Covid e gasta grana com Lamborghini e relógio

Empresário do Texas deixou de pagar funcionários e outras dívidas com os mais de R$ 5 milhões que recebeu para renovar seus bens de luxo

Folhapress -
Homem pede ajuda humanitária contra Covid e gasta grana com Lamborghini e relógio (Foto: Reprodução)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um empresário do Texas usou de um recurso humanitário de empréstimo federal para conter gastos de pequenas empresas após o impacto da Covid-19 para renovar seus bens de luxo.

De acordo com o Washington Post, Lee Price III deixou de pagar funcionários e outras dívidas com os mais de R$ 5 milhões que recebeu de alívio em 2020 para comprar um relógio Rolex de R$ 78 mil, uma viagem a um clube de strip por R$ 11 mil e um Lamborghini Urus 2019 com preço equivalente a mais de R$ 1,3 milhão.

De acordo com promotores federais, Price preencheu pedidos de empréstimo fraudulentos do Programa de Proteção ao Salário em vários bancos do país.

Agora, foi condenado a nove anos de prisão após se confessar culpado de fraude e lavagem de dinheiro. “Sr. Price espera que outros aprendam com sua avaliação de que não há dinheiro fácil”, disse o advogado dele, Tom Berg, ao The Washington Post por e-mail. “Ele tem o equilíbrio da sentença de 110 meses para refletir, se arrepender e reconstruir sua vida desperdiçada.”

O programa que auxilia pessoas impactadas pelo coronavírus no local já recebeu diversas tentativas de fraude. O Departamento de Justiça acusou mais de 150 réus de fraude e apreendeu mais de US$ 75 milhões que foram obtidos ilegalmente, o equivalente a R$ 420 milhões.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.