Conheça Cinda Mara, a fazendeira de Gameleira que conseguiu fazer o ‘novo Lázaro’ se entregar

Com muita calma e sabedoria, ela enfim conseguiu paz na região que por seis dias ficou com medo do assassino

Denilson Boaventura -
Cindra Mara durante entrevista. (Foto: Reprodução / TV Anhanguera)

“Mesmo diante de situações adversas eu sinto a mão de Deus em tudo”. Foi essa a mensagem que a fazendeira Cinda Mara, de 56 anos, publicou no Facebook, na noite de sexta-feira (03), antes de dormir.

Ela jamais imaginava que horas depois se tornaria protagonista e, agora, seria considerada heroína pelos moradores de Gameleira de Goiás, que estavam apreensivos com as buscas por Wanderson Mota Protácio no município, de pouco mais de 3.800 habitantes.

Apontado como o ‘novo Lázaro’, o jovem estava sendo procurado por matar a mulher grávida, a enteada e um fazendeiro, em Corumbá de Goiás, no último domingo (29). A caçada ao assassino já durava seis dias e a pergunta que pairava era a seguinte: cadê ele?

PublicidadePublicidade

Wanderson, em sua fuga, conseguiu despistar todo um cerco policial e chegar até a fazenda de Cinda Mara. Com fome e sede, acordou a fazendeira antes do nascer do sol, na manhã deste sábado (04), dando voz de assalto.

Mas bastante calma e habilidades de comunicação que adquiriu enquanto atuava como radialista em Anápolis, na década de 1990, Cindra Mara o convidou para entrar.

Apesar de receber contínuas ameaças de morte, se manteve tranquila para passar um café e servir uma bolacha que o criminoso estava querendo.

Nesse meio tempo, o marido da fazendeira chegou em casa e teria ficado com medo, mas também foi acalmado e ouviu da companheira que não ia deixar ninguém ser machucado.

Fazenda de Cindra Mara. (Foto: Reprodução)

Polícia achou que era trote

Wanderson estava armado e, após ser convencido por Cinda Mara a se entregar, ela ligou para Polícia Militar (PM) e contou toda a história. Porém, até pelos detalhes surreais, os policiais não acreditaram.

Decidida a não deixar que o criminoso fosse embora, ela pegou o celular e contatou o prefeito de Gameleira Wilson Tavares (DEM). O líder do Executivo Municipal também não estava acreditando e pediu uma foto.

Após encaminhar a selfie, o prefeito intercedeu junto à PM e as forças de segurança que estavam mobilizadas se dirigiram à fazenda de Cindra Mara.

Tudo ocorreu com tranquilidade sem confronto ou feridos. Wanderson não quis falar nada durante a prisão. De lá, foi encaminhado à Delegacia Regional de Anápolis para prestar depoimento.

A heroína de Gameleira também acompanhou a comitiva e, quando os veículos de comunicação já começavam a anunciar a prisão, ela foi convidada a dar uma entrevista para a Rádio São Francisco de Anápolis.

Por mais de sete minutos, detalhou sobre o desfecho do caso e relembrou da carreira que fez na emissora quando comandava programas de entretenimento.

Cinda Mara fazia tanto sucesso à época que chegou a se encontrar com Silvio Santos, apresentador e dono do SBT.

Além da São Francisco, a fazendeira atuou ainda na Rádio Manchester. Encerrou o ciclo na comunicação em Anápolis quando se casou e mudou para Gameleira.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.