Após nota alegar “fake news”, deputado Humberto Teófilo rebate Assembleia Legislativa

Discussão começou quando o parlamentar afirmou ter sido aprovada emenda que proíbe redução de alíquota do ICMS sobre combustíveis

Augusto Araújo -
Deputado Delegado Humberto Teófilo (Foto: Divulgação / Alego / Valdir Araújo)

“Essa nota não representa os 41 deputados goianos, é mentirosa. A PEC do ICMS possui sim uma emenda jabuti que proíbe a redução do imposto sobre o valor dos combustíveis.”

Esta foi a resposta do deputado Humberto Teófilo (sem partido) ao Portal 6, em retaliação à uma publicação oficial emitida pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego).

O órgão publicou na última quinta-feira (09) um comunicado afirmando que o parlamentar mentiu ao alegar que a PEC do ICMS, aprovada pela Casa, tem um emenda que impediria a redução da alíquota do imposto sobre combustíveis no estado.

Teófilo postou dois vídeos nas redes sociais, na última terça-feira (07), polemizando sobre a aprovação de tal medida, comentando que teria sido “enterrada” a proposta de diminuição na aplicação do tributo em Goiás.

Na sequência, ele ainda listou os nomes dos deputados que votaram a favor de impedir a proposta de redução na aplicação do tributo nos combustíveis.

Desmentindo o parlamentar, a nota da Alego reiterou que a matéria aprovada trata apenas sobre os percentuais de distribuição do omposto aos municípios goianos.

“A PEC do ICMS não veda, em nenhum de seus dispositivos, reduções no valor do referido imposto”, diz o comunicado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.