Mulher que vivia sob ameaças e sem poder ver e falar com a família há 3 anos é resgatada em fazenda de Anápolis

Vítima era mantida em cárcere pelo companheiro, que prometia cortar a cabeça da filha dela se ela contasse para alguém ou chamasse a polícia

Caio Henrique -
Instrumento era utilizado para ameaçar vítima de morte, especialmente em caso de tentativa de alerta ou fuga. (Foto: Divulgação/ PM)

Equipes da Patrulha Maria da Penha de Anápolis realizaram o resgate de uma mulher, de 33 anos, que pelos últimos três anos vivia presa em cárcere privado em uma fazenda do município.

A operação aconteceu neste sábado (11), depois das autoridades tomarem ciência da possível situação.

Aos militares, ela contou que o marido, um jovem de 24 anos, a ameaçava constantemente de morte, caso contasse para alguém ou chamasse a polícia.

PublicidadePublicidade

O companheiro teria, inclusive, ameaçado a filha mais velha da vítima – proveniente de outro relacionamento – afirmando que iria cortar a cabeça dela e entregar na mão da genitora.

Ele faria uso de facões para colocar medo na mulher, que chegou a ser forçada a tomar bebida alcoólica após ter o utensílio apontado para o pescoço.

A corporação encontrou o suspeito nas dependências da propriedade e conseguiu o abordar sem que fugisse ou escapasse.

Ele, juntamente da vítima, foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, no Centro de Anápolis.

Lá, depoimentos foram colhidos e o homem autuado pelos crimes de ameaça, injúria e lesão corporal.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.