Felipe Neto pede R$ 50 mil após ex-SBT dizer que ele ‘judiava de crianças’

Ação também os acusa de terem associado youtuber a um pedófilo

Folhapress -
(Foto: Reprodução)

O empresário e youtuber Felipe Neto, 33, entrou na Justiça com um processo por danos morais no valor de R$ 50 mil contra o Fabrizio Fasano Júnior, empresário e ex-jurado do reality do SBT Bake Off Brasil, e a psicóloga e ex-assessora parlamentar Valéria Rozen Scher. Procurado, Fasano não respondeu. Valéria não havia sido encontrada.

De acordo com o processo obtido pelo F5 e que tramita na 3ª Vara Cível da Barra da Tijuca, Neto quer uma reparação após acusar ambos de terem transmitido uma live em agosto no Instagram de Fabrizio que contou com comentários ofensivos ao trabalho dele.

Felipe Neto indica que na live “Brasil Mostra a sua Cara”, Fasano e Valéria teriam dito que o influenciador seria um “ser desprezível que ganha dinheiro judiando das crianças”. A ação também os acusa de terem associado Neto a um pedófilo.

Uma audiência de conciliação está marcada para o dia 7 de março de 2022 pelo juiz Luiz Felipe Negrão.

Em novembro, o youtuber e empresário Luccas Neto, 29, irmão de Felipe, venceu um processo que determinou que ele deverá receber do também youtuber Ed Raposo uma indenização por danos morais no valor de R$ 50 mil. Bolsonarista, Raposo o acusou de incentivar a pedofilia na rede social. Procurado, ele não respondeu as solicitações.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, a juíza Flávia de Almeida Viveiros de Castro, da 6ª Vara Cível da Barra da Tijuca, entendeu que a denúncia de Raposo teria como base conteúdo fora de contexto do canal de Neto e que trechos foram “propositalmente editados no intuito de insinuar a existência de conteúdo sexual nos vídeos infantis”.

Ainda de acordo com o processo ao qual o F5 teve acesso, mesmo após ser devidamente citado e intimado, o réu (Raposo) “permaneceu inerte sem apresentar contestação”. “Chamado a lide, o réu nada respondeu, demonstrando que não tem como justificar tal atitude que, com a velocidade das mídias digitais, pode destruir uma carreira construída ao longo de anos”, diz outro trecho.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.