MP denuncia jovem que matou namorada por causa de uma curtida nas redes sociais

Feminicídio aconteceu dentro da casa do casal e rapaz já respondia por crime de ameaça doméstica

Karina Ribeiro -
Foto de Raiane, assassinada aos 21 anos. (Foto: Reprodução/Instagram)

Raiane Ferreira da Silva, de apenas 21 anos, foi assassinada no dia 21 de dezembro dentro de casa, em Indiara, na região Sul do estado, pelo próprio companheiro Samuel Batista dos Santos, de 23 anos.

O motivo que desencadeou a discussão e o assassinato foi uma crise de ciúmes após o rapaz perceber uma curtida em uma foto da rede social da jovem.

Assim, na segunda-feira (03), o Ministério Público de Goiás (MPGO) denunciou o rapaz que trabalha como barbeiro.

PublicidadePublicidade

No documento, o promotor de Justiça, Augusto Henrique Moreno Alves, relata que a relação do casal era conturbada, com reações agressivas de Samuel por conta de ciúmes.

No dia do crime, o autor demonstrou intenso nervosismo ao saber que alguém teria curtido a foto da vítima em seu perfil social do Instagram.

Por volta das 22h, o casal iniciou uma discussão que evoluiu para uma gritaria generalizada de pedidos de ajuda de Raiane, além de implorar para que ele não machucasse o filho dos dois, de apenas 07 meses. Em vão.

Com uma faca, Samuel golpeou diversas vezes a companheira no pescoço e na cabeça, ocasionando o óbito. Após o assassinato, ele ainda tentou fugir mas, antes, deixou a criança na casa de vizinhos.

O rapaz já respondia por crime de ameaça praticada em contexto à violência doméstica contra Raiane.

 

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.