O bordão que virou febre em São Paulo e no Rio, mas que ainda não pegou em Goiás

Originada entre São Paulo e Rio de Janeiro, gíria caiu nas graças de celebridades, como a cantora Anitta

Augusto Araújo -
Deolane Bezerra, advogada e influenciadora digital. (Foto: Reprodução/Instagram).

O termo “esquecer”, conforme consta nos dicionários, se refere ao ato de não se lembrar mais, apagar da memória e até mesmo omitir. Porém, uma nova forma de se utilizar a expressão está ganhando a boca do povo: “esquece!”

A gíria, ao que tudo indica, teve origem entre as cidades de São Paulo (SP) e Rio de Janeiro (RJ), e se torna cada vez mais popular com falas de celebridades e influenciadores digitais.

Nestes lugares, o temo virou referência para tudo, ou quase tudo. Pelas bandas de Goiás, apesar de já conhecida, ainda não ganhou tanta proporção.

PublicidadePublicidade

Embora seja difícil dar uma definição exata do termo, pode-se entender que o bordão funciona como forma de demonstrar autoestima e contentamento, com um pegada de ironia.

A expressão, inclusive, foi popularizada pela advogada e blogueira Deolane Bezzera, de 34 anos, também conhecida como Dra. Deolane. A frase “a mãe tá [sic] estourada, esquece!” virou marca registrada nas redes sociais da influenciadora.

Viúva do cantor MC Kevin, Deolane já possui mais de 2,7 milhões de seguidores no Instagram e 1,6 milhão no TikTok, redes nas quais ela ostenta a fortuna e itens de luxo que compra.

Até mesmo a cantora Anitta aderiu à gíria. Em  um vídeo que circula nas redes sociais, ela imita o gesto da blogueira junto ao humorista Lucas Guedez e comenta “amei, vou seguir agora”.

Confira:

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.