Aliados mais próximos de Mendanha tentam convencê-lo a desistir de sair da Prefeitura de Aparecida

Patriota é o único partido que restou para o pré-candidato após PL ser obrigado a bancar Major Vitor Hugo

Pedro Hara -
Ideia é de que Mendanha siga a frente do executivo municipal. (Foto: Rodrigo Estrela)

Após ser preterido pelo Partido Liberal (PL) na disputa pelo governo de Goiás, Gustavo Mendanha (sem partido) pretende filiar-se ao Patriota. A decisão foi tomada após conversa com Jorcelino Braga, presidente estadual da legenda.

A sigla foi o único partido que restou para o pré-candidato, pois o PL foi obrigado, por decisão monocrática de Bolsonaro, a bancar o deputado federal Major Vitor Hugo.

Por causa da proximidade do prazo final de filiações, Mendanha, caso queira ser candidato a qualquer coisa nesta eleição, terá de renunciar à Prefeitura de Aparecida e a assessoria dele já convocou a imprensa para uma coletiva às 07h30.

O Portal 6 apurou que, no entanto, aliados mais próximos tentam convencê-lo a desistir de manter o projeto de ser candidato e não renunciar ao cargo de prefeito.

O principal argumento usado por eles é de que, nas atuais condições, Mendanha enfrentaria uma eleição com altíssimo risco de derrota e correria o risco de arruinar a ainda promissora carreira política.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.