Mãe e avó deixaram bebê mexendo no celular carregando e isso pode ter causado a morte dele

Policía Civil já está investigando as duas para apontar a responsabilidade sobre o ocorrido

Gabriella Pinheiro -
Criança foi levada até o Hospital Santa Efigênia, mas acabou não resistindo. (Foto: Reprodução)

Um bebê de apenas 11 meses morreu após receber uma descarga elétrica de um fio de extensão que carregava um celular.

O caso aconteceu na última terça-feira (11) na cidade de Niquelândia, no norte de Goiás,  a 305 km de Goiânia.

Ao Metrópoles, a Polícia Civil (PC)  relatou que a avó da criança teria deixado o aparelho telefônico próximo ao neto para que ele ouvisse música enquanto ela preparava o jantar.

Logo depois, ela afirmou que chamou a mãe do menino para que ela o levasse para cama juntamente com o celular.  No entanto, ao deixar o filho no quarto, a mãe seguiu em direção à cozinha e deixou a criança sozinha no cômodo.

Pouco depois, o bebê foi encontrado desacordado nos degraus da própria casa, entre a sala e a cozinha, com a mão no fio de extensão.

A criança chegou a ser encaminhada pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal Santa Efigênia, mas já estava morta ao dar entrada na unidade de saúde.

A Polícia Civil  agora  investiga se houve ou não atos de imprudência ou negligência  por parte dos familiares em relação ao bebê.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.