Jovem acusado de matar jovem em Goiânia diz que está em desespero na prisão

Em carta escrita de próprio punho, ele conta que a vida dele e de familiares piorou após a prisão

Gabriella Pinheiro -
(Foto: Reprodução/ Eliana Laureano)

Um dos acusados de matar a jovem Ariane Bárbara Laureano de Oliveira, 18 anos, em agosto de 2021, enviou uma carta escrita de próprio punho ao juiz responsável pelo caso onde afirma que está sofrendo na prisão.

Em tom de desabafo, o réu Jeferson Cavalcante Rodrigues, de 22 anos, conta que tem sido vítima de frequentes surtos psicóticos e depressivos, e pede ao juiz que proteja a família dele, pois estaria sofrendo ameaças.

“Quero pedir desculpas por vir por meio dessa carta aduzir minha situação. Tenho tido casos de surtos psicóticos e depressivos. Tive um surto que quase cortei meu olho”, escreveu

“Estou no ápice do desespero e achei que após a minha captura as coisas se encaixariam, mas só pioraram”, completa.

Ao G1, o magistrado da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida e Tribunal do Júri da comarca de Goiânia, Jesseir Coelho de Alcântara, afirmou que a carta endereçada à ele foi anexada ao processo no dia 06 de abril.

Após este episódio, o jovem será avaliado por psiquiatras para diagnosticar se ele tem ou não alguma doença mental. O exame será realizado no final deste mês, pelos médicos da junta de medicina do Tribunal de Justiça de Goiás.

Relembre

Antes do sumiço, no dia 24 de agosto de 2021, Ariane tinha dito à mãe que iria se encontrar com alguns amigos para lanchar.

Após sete dias desaparecida, o corpo da jovem foi encontrado em uma mata do setor Jaó, em Goiânia, no dia 31 de agosto.

De acordo com as investigações da  Polícia Civil (PC), os quatro suspeitos planejaram o crime no dia anterior e teriam realizado uma lista com possíveis alvos, mas acabaram escolhendo Ariane por ela ser menor e, teoricamente, mais fácil de segurar caso resistisse.

Até o momento, três dos quatros responsáveis pelo assassinato da jovem foram presos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.