Ex-padre é preso após abusar sexualmente de dependente químico

Vítima ainda foi dopada com medicamentos antes do ato sexual, aponta investigação da Polícia Civil

Augusto Araújo -
Ex-padre é preso após estupro de vulnerável em clínica de reabilitação. (Foto: Divulgação/PCGO).

A Polícia Civil (PC) de Rio Verde prendeu nesta quarta-feira (27) um ex-padre, apontado como culpado de ter cometido abusos sexuais contra um dependente químico em uma clínica de recuperação em Quirinópolis, cidade no Sudoeste Goiano.

O crime ocorreu em 2014. Segundo o delegado Danilo Carvalho, responsável pelas investigações, o homem, de 56 anos, era o gestor do estabelecimento onde o fato se deu.

“À época, ele já fazia a gestão da clínica há mais de 10 anos. No entanto, era uma clínica particular, não havia ligação com a Igreja. Ele já estava afastado das atividades como padre quando abriu a instituição”, explicou.

Conforme as apurações, a vítima, um homem de 33 anos, teria sido dopado com medicamentos sedativos antes de sofrer o abuso.

“Ele [o ex-padre] sempre negou os fatos. Porém, tivemos o depoimento da vítima e outras pessoas ouvidas pela investigação, muito fortes, convincentes, que levaram à condenação”, detalhou Danilo Carvalho.

O delegado afirmou também, que na hora da prisão, o homem condenado não apresentou resistência e foi conduzido sem gerar problemas.

Embora o crime tenha ocorrido em 2014, a condenação saiu apenas em 2019. Ele chegou a ser preso, mas entrou com um recurso na justiça e recorreu em liberdade até então.

Desta vez, a condenação é definitiva e ele deverá cumprir pena de nove anos de reclusão por estupro de vulnerável.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade