Dia dos Trabalhadores em Goiânia será marcado por manifestações anti e pró-Governo

Eventos estão marcados para a manhã de domingo (1º), com pautas bastante distintas

Augusto Araújo -
Protesto contra Bolsonaro na Praça do Trabalhador, em 2021. (Foto: Reprodução).

Comemorado no dia 1º de maio, o Dia dos Trabalhadores em Goiânia será marcado por manifestações políticas. Tanto militantes anti-Bolsonaro quanto à favor do presidente programaram ações para a data.

Curiosamente, ambos estão marcados para iniciar às 09h. Na Praça Tamandaré, irá acontecer uma concentração para motocarreata à favor de Jair Bolsonaro, que cruzará diferentes pontos da cidade.

A organização do evento confirmou à reportagem do Portal 6 que a manifestação deve começar a se deslocar pela cidade a partir das 10h, passando pela Avenida 85 até entrar na Avenida T-63.

De lá, ela prosseguirá sentido à Praça da Nova Suíça até chegar à Avenida T-9. Por fim, o circuito será concluído com a volta para o Centro de Goiânia, retornando à Praça Tamandaré.

Dentre as pautas levantadas pelos manifestantes estão a liberdade de expressão, aplicação de voto auditável ao invés da utilização das urnas eletrônicas nas Eleições deste ano e discursos contra o comunismo.

Por outro lado, o Fórum Goiano em Defesa dos Direitos, da Democracia e Soberania promove uma série de programas na Praça do Trabalhador, com início às 09h e se estendendo até a noite.

Além de uma programação cultural, o evento contará com manifestações anti-bolsonaro, junto à presença de movimentos sociais e populares.

“O lema do 1º de maio, que acontece em todos os estados, é a luta da classe trabalhadora em defesa do emprego, direitos, democracia e vida”, destaca a organização.

O evento contará com um show em homenagem à Marília Mendonça, na voz da cantora Maíra Lemos, além de outras apresentações musicais diversas.

Entre 09h e 12h, a comunidade pode participar de oficinas de dança, malabares, bambolê e confecção de boneca Abayomi.

Há também várias atividades para as crianças, como pula-pula, pintura de rosto, contação de histórias, e comidas como algodão doce, pipoca e picolé.

Além disso, serão montadas tendas para cortes de cabelo, distribuição de mudas de plantas do cerrado, emissão e regularização do título de eleitor.

Serão realizados também serviços de saúde, como aferição de pressão arterial, medição de saturação de oxigênio no sangue e orientações para o controle de dengue nas residências.

Por fim, ainda terá venda de alimentos e bebidas, além de uma feira com criações artesanais, roupas e outros produtos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.