Encher o tanque do carro ficou até R$ 80 mais caro em Goiás

Ao Portal 6, presidente do Sindiposto lamentou os aumentos que afetam o bolso do consumidor e os estabelecimentos

Augusto Araújo -
IPVA: descubra quanto vai vir o imposto do seu carro 2022
Preço do litro de combustíveis em Goiás ficou 31% mais caro em um ano. (Foto: Marcello Casal Jr. Agência Brasil).

Encher o tanque de combustível em Goiás está sendo uma tarefa cada vez mais difícil para os motoristas. Isso porque, nos últimos 12 meses, o condutor terá que gastar entre R$ 55 e R$80 a mais para completar os reservatórios dos veículos.

Com base nos levantamentos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre abril de 2021 e o mesmo mês deste ano, o preço dos produtos aumentou cerca de 31% cada.

Para entender isso de forma mais prática, vale tomar como exemplo a gasolina. O valor do litro dela saiu de R$5,694 no ano passado para R$7,511 em 2022.

Dessa forma, para encher o tanque de um carro popular, que possui em média 45 litros de capacidade, o motorista que pagava R$256 gasta atualmente cerca de R$ 337.

Considerando agora o valor do etanol, o preço saltou de R$ 3,972 em abril de 2021 para R$ 5,229. Assim, quem despendia R$178 pelos 45 litros do combustível precisa pagar R$ 235 pela mesma quantidade.

Ao Portal 6, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo em Goiás (Sindiposto), Márcio Andrade, lamentou os aumentos consecutivos e apontou que se torna um desafio cada vez maior abastecer os automóveis.

“Fica pesado no bolso do consumidor. Os preços estão ficando cada vez mais proibitivos para o consumidor brasileiro, que precisa fazer uma ginástica, ajustar os orçamentos, para continuar fazendo as movimentações diárias”.

“Também é mais difícil para empresário no posto, que acaba vendendo menos e aumentando os custos para manter o atendimento aos clientes”, complementou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.