“Todo mundo está abalado e revoltado com a crueldade”, diz filho de mulher que teve o braço decepado em Anápolis

Valcilene Barbosa da Costa, que foi atacada por idoso com foice após discussão, está internada no Hugol

Lucas Tavares -
Valcilene Barbosa da Costa, de 48 anos, está reagindo bem ao processo cirúrgico, mas segue em estado grave. (Foto: Arquivo Pessoal)

Atacada brutalmente por um vizinho, na sexta-feira (06), Valcilene Barbosa da Costa, de 48 anos, está em estado grave, porém se recupera bem da cirurgia de reimplante do braço.

A informação foi confirmada pelo Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), de Goiânia, onde a mulher está internada.

Ela teve o membro decepado por uma foice após tentar acalmar uma discussão que se iniciou por conta da queima de folhas secas em um lote, no Parque das Primaveras, região Sul de Anápolis.

Desde então, a família segue em uma jornada exaustiva durante as visitas ao hospital, que mistura cansaço, tristeza, medo e fé.

“Se Deus quiser vai dar tudo certo. Estamos vindo todo dia [para Goiânia], desde sexta minha vida virou do avesso. Foram os três piores dias da minha vida sem dúvida nenhuma”, afirmou Denner Durães, de 22 anos, um dos filhos de Valcilene ao Portal 6.

De acordo com o jovem, ele e toda a família estão muito abalados com a situação, que inclusive foi presenciada por eles.

“Causa muita revolta na gente. Meu pai estava na hora, eu no momento que aconteceu estava trabalhando e cheguei um pouco depois, mas ainda vi como que estava a situação dela. Me desesperei também”, contou.

Segundo ele, um dos piores momentos é a hora de dormir, pois com a intensidade dos últimos dias, esse é o único momento em que é possível para pensar no que aconteceu.

“Meu pai e minha irmã não estão conseguindo dormir. Ele já está na terceira noite sem sono, fica chamando pelo nome dela a noite, perambulando pela casa, inconformado”.

“Não tem ninguém emocionalmente bem, todo mundo está abalado e revoltado com uma crueldade que fizeram com uma pessoa tão boa”, continua.

Por fim, apesar da mistura de sentimentos, Denner se apega na fé e diz acreditar na plena recuperação da mãe.

“Na hora que ela foi agredida ela estava falando sobre Deus. Por isso que eu acredito que Deus vai honrá-la, vai colocar as mãos sobre ela e vai dar tudo certo”, concluiu.

Relembre o caso

O Portal 6 apurou que a confusão começou depois que o marido da vítima teria chamado a atenção do suspeito, que é um vizinho, porque ele estaria juntando folhas secas para colocar fogo em um lote.

Foi neste momento que o idoso teria se alterado e, de posse da foice, começado a fazer ameaças. Valcilene então surgiu tentando apaziguar a situação, mas acabou se tornando o alvo.

Conforme o marido dela relatou aos militares, o suspeito teria mirado a cabeça da vizinha, que colocou o braço na frente para se proteger e teve o membro amputado.

O idoso teria até perseguido o marido da vítima pela rua, mas um policial de folga, que vive nas proximidades, percebeu o alvoroço e, de imediato, conseguiu detê-lo.

O suspeito segue preso e deve passar por uma audiência de custódia, nesta segunda-feira (09).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.