Na Espanha, mulheres poderão ganhar licença do trabalho durante o período menstrual

Caso seja aprovado, país europeu será o pioneiro no continente, trazendo ainda pautas sobre a ampliação do acesso ao aborto

Gabriella Licia -
Parlamento espanhol. (Foto: Reprodução)

A Espanha está com um projeto de lei em análise para conceder licenças menstruais de três dias para as mulheres que lidam com fortes dores durante o período. A notícia chocou paises no mundo inteiro.

Isso porque é a primeira vez que uma nação europeia leva a ideia a adiante. Uma das líderes do projeto foi secretária de Estado da Espanha para a Igualdade, Angela Rodriguez.

Durante uma entrevista concedida, a profissional esclareceu que não seria apenas um ‘luxo’, como muitas pessoas alegam, mas um caso de saúde pública e necessidade.

“Não estamos falando de um leve desconforto, mas de sintomas graves como diarreia, fortes dores de cabeça, febre”, afirmou.

Uma outra grande questão do projeto de lei é que outros temas sobre a saúde da mulher entraram em pauta, como a ampliação do acesso ao aborto.

O PL solicita aprovação para que meninas a partir dos 16 anos tenham acesso a interrupção da gravidez sem a autorização dos pais.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade