Formada corrente para ajudar bebê que está na UTI após ter o corpo queimado com mingau em Anápolis

Família pede ajuda para auxiliar com despesas e tratamento enquanto criança se recupera

Lucas Tavares -
Miguel de Souza, de 02 anos, segue internado no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). (Foto: Reprodução)

A família da criança de 02 anos que ficou gravemente ferida após se queimar com mingau, em Anápolis, abriu uma vaquinha para pessoas que queiram ajudar com o tratamento.

Miguel de Souza estava com o pai quando, num instante de descuido, virou um prato com o alimento quente.

O mingau atingiu o rosto e o tronco do garoto e causou queimaduras de segundo grau. Mais de 20% do corpo sofreu algum dano.

Devido à gravidade, a mãe do menino precisou parar todas as atividades para acompanhá-lo no hospital.

Irmã mais velha de Miguel, Gabriella de Souza Darga, de 21 anos, explica que a genitora era a única fonte de renda da casa e que por isso decidiram abrir a vaquinha online.

Miguel de Souza, de 02 anos, segue internado no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol). (Foto: Reprodução)

“Minha mãe que socorreu ele. Depois foi levado do Cais do Jardim Progresso [Hospital Alfredo Abrahão] às pressas e depois para o Hugol”, disse ao Portal 6.

Agora, prestes a completar 15 dias desde o acidente, o menino continua em estado grave, em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), por conta de uma pneumonia, mas já se recupera das queimaduras.

Gabriella conta que o acidente deixou toda a família em choque, principalmente a mãe. “Todos estão muito abalados, minha mãe então, não consegue muitas vezes nem falar com as pessoas direito”.

Nas redes sociais, diversas pessoas se mobilizaram divulgando a vaquinha ou até mesmo doando. A meta é alcançar o valor de R$ 3 mil, mas até o momento os familiares conseguiram um pouco mais da metade.

“Quero agradecer a cada um dos doadores, por doar o tempo e dinheiro. O Miguel com certeza vai sair dessa e agradecer também”, concluiu.

Interessados em doar podem entrar em contato com a jovem pelo número (62) 9 8125-2774, que também funciona como chave Pix.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.