Preso, homem confessa ter matado ex-namorada travesti e escondido corpo no sofá de casa

Suspeito disse à polícia que esquartejou a vítima, desaparecida desde domingo (22)

Da Redação -
Suspeito confessou ter colocado parte do corpo esquartejado da vítima em uma mala e jogado na mata. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Um homem foi preso na tarde desta quarta-feira (25) suspeito de matar a ex-namorada, que era travesti. Ele ainda teria esquartejado o corpo e ocultado, inclusive no sofá de casa.

O caso aconteceu em Aparecida de Goiânia. A vítima estava desaparecida desde domingo (22). Ela foi vista pela última vez na casa do ex, de quem supostamente ainda era amiga, no Setor Jardim das Esmeraldas.

Segundo a Polícia Civil, a vítima teria deixado a casa dele para ir ao salão de beleza em que trabalhava. Porém, depois de sair, a travesti não mais retornou contato de amigos e familiares.

O Grupo de Investigação de Desaparecidos (GID) apurou que ela foi morta por asfixia. O ex-namorado ainda teria esquartejado a vítima e ocultado o cadáver.

Depois de preso, o homem confessou tê-la assassinado e ainda apontou que parte do corpo foi colocado sob um sofá na casa dele. O restante foi guardado numa mala e dispensado numa mata fechada, no Setor Villa Sul.

A Polícia Civil espera concluir o inquérito que apura a morte da travesti nos próximos dias.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.