Deputado, ex-prefeito, vice-prefeito, secretário e vereadores ganham cidadania anapolina

Somente neste ano, 15 propostas de concessão foram apresentadas na Câmara

Danilo Boaventura -
Professor Alcides, Gustavo Medanha e Márcio Cândido. (Foto: Reprodução)

Até a última atualização do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo nesta sexta-feira (27) chegava a 15 o número de propostas de concessão de título de cidadania anapolina neste ano, sendo a maioria a políticos.

São homenagens à personalidades ocupantes das mais diversas estirpes, como ao deputado federal Professor Alcides (PL), ao ex-prefeito de Aparecida Gustavo Mendanha (Patriota) e ao vice-prefeito de Anápolis Márcio Cândido (PSC).

Os próprios vereadores também protocolaram propostas para que membros da Casa recebam a condecoração.

Caso do vereador licenciado e secretário de Indústria e Comércio Alex Martins (PP), indicado por Lisieux (PT), e da vereadora Seliane da SOS (MDB), indicada por Cleide Hilário (Republicanos).

Quanto custa?

Como repercutido pela seção Rápidas na última quarta-feira (25), não costuma sair barato as cerimônias para entrega desses títulos. Estrutura física, pessoal e material são mobilizados.

Falando em dinheiro

O impacto financeiro da nova mini reforma administrativa enviada à Câmara pelo prefeito Roberto Naves (PP) será de R$ 161 mil por mês. Consta no projeto de Lei enviado pelo Executivo Municipal e foi mensurado pela Gerência da Folha de Pagamentos.

Prestação de contas

Na próxima terça-feira (31), Roberto e o secretário de Economia, Valdivino de Oliveira, apresentam aos vereadores o relatório de gestão fiscal referente ao primeiro quadrimestre do exercício financeiro de 2022. Será às 10h, no Plenário Teotônio Vilela.

Sessão extraordinária

Um dia antes, na segunda (30), tem sessão extraordinária para aprovar a mini reforma administrativa. Em linhas gerais, cria-se a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e muda o nome de outras três pastas, que passam a chamar-se Secretaria de Obras; Secretaria de Indústria, Comércio, Inovação, Trabalho, Turismo e Agricultura; e Companhia Municipal de Trânsito e Transporte.

Nota 10

Para I Simpósio Rompendo o Silêncio, que debateu o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes com profissionais, estudantes e agentes da sociedade civil organizada. Iniciativa da vereadora Cleide Hilário, que deve ser convertida em outras ações de conscientização e proteção.

Nota Zero

Para a absurda tietagem ao ex-mendigo Givaldo Alves de Souza, flagrado nesta semana no Brasil Park Shopping. As imagens falam por si só.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade